VIAJANDO DE CARRO POR ARGENTINA E URUGAY

Saudações amigos leitores! Espero que o relato de nossa viagem esteja agradando.

Esta viajem está só começando, mas está muito interessante, é sempre uma satisfação poder falar daquilo que temos vividos, como Foz do Iguaçu já ficou para trás, agora vamos conhecer nossa vizinha Argentina, começaremos pela Província de Missiones, a partir de Puerto Iguazú, nesta quarta feira 23 de dezembro de 2015.

IMG_20151223_142447460
Fronteira do Brasil com Argentina em Foz do Iguaçu

Desta vez a imigração na fronteira foi um pouco mais rigorosa em relação a do dia anterior, liberados na fiscalização,  seguimos pela Ruta 12, sempre com a idéia de passear com tranquilidade e sem pressa, nos permitindo à paradas sempre que achasse conveniente.

IMG_20151223_145201240_HDR
Ruta 12 – Missiones Argentina

A Província de Missiones tem relevo plano,  por isso as rodovias daqui são na sua maioria de grandes retas,  dirigir por aqui é muito tranquilo, embora na sua grande maioria as estradas são de pista simples, em nosso roteiro de viagem. A próxima parada, estava prevista para a cidade de San Ignácio Mini, na intenção de conhecer as Ruínas dos Jesuítas.

IMG_20151223_180308023_HDR

Por volta de 18:00 horas chegamos na cidade, que é bem pequena e simples, mas que trás consigo uma riquíssima historia das missões dos Jesuítas neste canto das Américas, não há muitas opções de hotéis, porém depois de uma breve procura, encontramos a  hospedagem El Descanso, uma especie de pousada com charmosos chalés.

IMG_20151224_103517450_HDR.jpg
Cabañas / Chalés em San Ignácio

Tudo perfeito para uma noite de descanso, noite esta, com muita chuva e ventos fortes, mas sem nenhum problema. Sair para os passeios naquela  manhã do  dia 24 de dezembro de 2015, só foi por volta de 11 horas da manhã.

IMG_20151224_104642236_HDR
Entrada da Histórica Redução dos Jesuítas

Nosso passeio foi conhecer este local que nos leva a uma profunda viagem na história deste maravilhoso mundo onde vivemos,  as missões dos Jesuítas são um marco do catolicismo.

IMG_20151224_105817976_HDR.jpg
Ruínas das Missões Jesuítas – San Ignácio Mini Argentina

Uma inevitável reflexão do grande trabalho, de tantos que nos antecederem neste imenso universo, um lugar de muita paz, um convite à meditação, nem dá vontade de ir embora… Mas ainda tinha um longo caminho pela frente para manter nossa programação, seguimos novamente pela ruta Nacional 12,  até Posadas que é a Capital da Província de Missiones, uma cidade de porte médio, com cerca de 200 mil habitantes, onde paramos para almoçar e ainda conhecer alguns lugares em uma breve parada, saindo dali pela Ruta 105, depois pela Ruta 14, boas estradas de longas retas, aproveitamos para curtir o nosso passeio.

IMG_20151224_170726601_HDR.jpg
Ruta Nacional 14 – Corrientes / Argentina

Deixamos a Província de Missiones e entramos na Província de Corrientes,  com uma parada para conhecer a cidade de Santo Tomé.

IMG_20151224_160421506.jpg
Entrada da cidade de Santo Tomé – Corrientes

Depois, continuar pela Ruta 14  por mais 200 kilómetros até a cidade de Paso de los Libres e novamente cruzar a fronteira para passar a noite de Natal em Uruguaiana  RS – Brasil, a migração foi muito tranquila, por volta de 18:00 horas já estávamos acomodados no hotel em Uruguaiana, de onde saímos para ir à missa de Natal  na  Igreja Nossa Senhora do Carmo,  numa agradável noite de verão ,  com lua cheia, fato este que não ocorria à 32 anos.

IMG_20151224_211325439
Igreja de N. S. do Carmo – Uruguaiana R$

A razão de nosso retorno ao Brasil, tinha como objetivo a troca de moedas de Reais por Pesos Uruguaios, que não havíamos trocado em Foz de Iguaçu, e não queríamos deixar para fazer somente em Buenos Aires, embora sendo no dia de natal 25/12/2015, não foi difícil encontrar cambista para a compra de Pesos Uruguaios, depois disso foi curtir um dia de descanso e conhecer um pouco a cidade de Uruguaiana.

Na manhã de 26/12/2015 saída do hotel as 08:00 horas, nosso destino para este dia será a Capital Buenos Aires, novamente atravessando a fronteira pelo rio Uruguai por Paso de Los Libres, fizemos a imigração sem nenhuma complicação e continuamos a percorrer pela Ruta 14, deixando para trás a província de Corrientes e entrando na província de Entre Rios até a cidade de Gualeguaychú onde passeamos pela  Lá Costanera  e aproveitamos para almoçar.

IMG_20151226_151903391.jpg
Lá Costanera – Gualeguaychú Argentina

Nesta foto vemos o nível do rio Uruguai 4 metros acima do normal, devido às fortes chuvas que caiam na região sul, voltando às estradas seguimos curtindo as bonitas paisagens com muita planície quase sempre alagadas deste lado Argentino, não demorou muito e já estávamos entrando na província de Buenos Aires

IMG_20151226_165146134_HDR.jpg
Ponte sobre o Rio Paraná – Cidade de Zárate, entrando na Província de Buenos Aires

Dali em diante, seguindo por mais 85 kilómetros pela Ruta 9, uma alto estrada  de excelente qualidade.

IMG_20151228_103914642.jpg
Ruta Nacional 9 em San Isidoro -chgando na capital Federal,  Buenos Aires

Muito bom de dirigir por aqui, pista de até 130 km/h. Dá lhe potência…

IMG_20151226_183611963_HDR.jpg
Casa Rosada – Buenos Aires

Assim, depois de percorrer cerca de 680 kilómetros neste sábado 26 de dezembro de 2015, chegamos à Capital Federal, cidade de Buenos Aires.

Isto porém galera, será tema para a edição do nosso próximo post.

Resumindo: Podemos dizer que, a nossa experiência viajando pelo interior da Argentina, nestes três dias foi muito agradável ,  não tivemos nenhum problema com a fiscalização da policia caminera, fomos parados somente uma vez  em todo trecho que dá por volta de  1345 kilómetros, não nos foi pedido aqueles acessórios que levamos do Brasil, tipo cambão e kit de primeiros socorros, somente nos pediram a carta verde, além de documentos do veículo e pessoais, a revista de bagagens também não foi de assustar.  O custo com combustíveis são semelhantes ao do Brasil, embora o preço de litro seja de maior valor, temos que  levar em conta que a gasolina é pura, claro que com isso o rendimento é bem maior,   os custos com pedágio são bem menores se comparando com os nossos,  das regiões sul, sudeste e centro oeste, o custo com hospedagem e  com alimentação, achamos bem razoáveis, embora há diversas opções de onde se quer ficar e  onde comer,  claro que isto pode levar à variações consideráveis.

Dica da vez:” Dentro de cada um de nós há um grande potencial  para enormes realizações. Seja qual for sua função, renove-se a cada dia e tente fazer melhor!!!”

Um grande abraço

Desejo a todos muitas e inesquecíveis viagens

Viajante Corredor

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s